≡ Altiplano Andino

Aventura

Fotografia

Cultura

Serviços

O Que?

Imagens

Mapas

Contato

Sobre & Info

Eng

Esp

Por

Fotografia

Foto Norte II

9 dias/8 noites

De Salta: Cuesta del Obispo, Piedra del Molino (3.300 metros de altitude), Reta de Tin-Tin, Parque Nacional Los Cardones, Cachi, vale Calchaquí, "Ruta 40", Puente del Diablo, La Poma, Abra El Acay (4.890 metros), San Antonio de los Cobres, viaduto La Polvorilla (Tren a las Nubes), vulcão Tuzgle, pueblos altiplânicos, campo de bombas vulcânicas, Susques, Salinas Grandes, Laguna de Guayatayoc, Abra Pampa, Parque Nacional Laguna de los Pozuelos, Quebrada de Humahuaca, Trópico de Capricórnio, Tilcara, Purmamarca, Cuesta de Lipán, Quebrada del Toro, Santa Rosa de Tastil, Salta

Legenda do mapa

Balão Verde:

Início da viagem

Balão Vermelho:

Pernoite

Balão Amarelo:

Parada

Foto Norte II Map

Dia 1:

Salta

Incluído: Pernoite em Design Suites

Após o nosso transfer do aeroporto para o hotel, haverá um "briefing", no qual discutiremos os aspectos mais importantes da nossa viagem. Na manhã seguinte, após o café da manhã, começa nossa viagem de aventura.

A praça '9 de Julio', centro de Salta, ArgentinaEdifícios no centro histórico de Salta (Plaza 9 de Julio)

Dia 2:

Salta -> Cachi

Distância percorrida: 160 km em 8 horas

Incluído: Café da manhã,Almoço, Pernoite em El Cortijo

Partindo de Salta, subiremos a Cuesta del Obispo, um caminho sinuoso que nos levará à Pedra do Molino, a 3.300 metros de altitude. Neste trajeto visitaremos o "Vale Encantado". Desceremos pelo Parque Nacional Los Cardones, uma ótima oportunidade para fotografar os "cardones": os altivos, nobres cactos do gênero Trichocereus. Estes são hospedeiros de aves (teleobjetiva), e na primavera muitas flores brotam (macro). No Parque poderemos também fotografar camelídeos selvagens (vicunha e guanaco), raposas, lebres, côndores, aves de rapina (teleobjetiva). Desceremos para o vale Calchaquí pela Reta de Tin Tin. O Nevado de Cachi (6.380 metros) estará à nossa frente. Em Cachi (2.500 metros), após o almoço conheceremos o Museu Arqueológico Pío Pablo Díaz. À tarde visitaremos a "pueblo" de Seclantas. À noite sairemos para fotografar o vale e as estrelas.

A localidade de 'El Maray', perto da 'Cuesta del Obispo', SaltaA 'Cuesta del Obispo', Salta, ArgentinaA 'Cuesta del Obispo', província de Salta, ArgentinaO 'Vale Encantado', província de Salta, ArgentinaO 'Vale Encantado', província de Salta, ArgentinaO Parque Nacional Los Cardones, Salta, ArgentinaEstrada que vai para Cachi, no vale 'Calchaquí', SaltaA cidade de Cachi, SaltaO museu Arqueológico Pío Pablo Díaz, no "pueblo" de CachiA cidade de Seclantás, no vale 'Calchaquí', Salta

Dia 3:

Cachi -> La Poma, Abra El Acay, San Antonio de los Cobres

Distância percorrida: 150 km em 8 horas

Incluído: Café da manhã,Almoco, Pernoite em Hosteria Las Nubes

Subiremos o vale Calchaquí pela famosa "Ruta 40", rumo a La Poma, a 3.000 metros. No caminho veremos incíveis formações rochosas, uma estonteante paisagem montanhosa. Fotografaremos a Ponte do Diabo, resultante de atividade vulcânica recente. De La Poma continuaremos subindo o vale Calchaquí até a sua origem, na Abra El Acay, a 4.890 metros de altitude. No caminho poderemos avistar camelídeos (lhamas, vicunhas e guanacos), raposas, lebres e côndores (teleobjetiva). A fauna é rica: incontáveis cactos, yaretas. Na Abra El Acay, que separa o vale Calchaquí do Altiplano, a paisagem mudará de um grande vale para um cordão de vulcões, e as Salinas Grandes no horizonte. Desceremos até o "pueblo" altiplânico de San Antonio de los Cobres (3.700 metros).

O alto vale Calchaquí, província de Salta, ArgentinaMoradia no alto vale Calchaquí, Salta, ArgentinaViscacha (Lagidium viscacia) perto da Abra El Acay, SaltaO altiplano visto da Abra El Acay (4.890 m de altitude), SaltaFotografando na Abra El Acay, SaltaMontanhas da 'Abra El Acay', Salta, ArgentinaCondor andino (Vultur gryphus), no vale Calchaquí, SaltaCondor andino (Vultur gryphus), planando pela Abra El AcayA cidade altiplânica de San Antonio de los Cobres, Salta

Dia 4:

San Antonio de los Cobres -> Susques

Distância percorrida: 150 km em 4 horas

Incluído: Café da manhã,Almoço, Pernoite em Hosteria Pastos Chicos

Rumaremos para a cidade altiplânica de Susques, a 3.600 metros de altitude, pela "Ruta 40". Passaremos embaixo do viaduto ferroviário La Polvorilla ("Tren a las Nubes", 4.200 metros), ao lado do vulcão Tuzgle, por "pueblos" altiplânicos, veremos um campo de rochas chamadas de "bombas vulcânicas" (não explodem!), fauna, montanhas e formações rochosas fabulosas.

O viaduto ferroviário 'La Polvorilla' ("Tren a las Nubes")O vulcão Tuzgle, no Altiplano andino, província de JujuyTuristas nas proximidades do vulcão Tuzgle, província de JujuyRochas vulcânicas nos arredores do vulcão Tuzgle, JujuyO Altiplano (Puna) andino, província de Jujuy, ArgentinaO Altiplano (Puna) andino, ArgentinaBombas vulcânicas, província de Jujuy, no Altiplano andinoBombas vulcânicas, Jujuy, Argentina, no Altiplano (Puna) andinoRochas com juntas de contração, Jujuy, ArgentinaRochas sedimentares, província de Jujuy, no Altiplano andino

Dia 5:

Susques -> Salinas Grandes, Laguna de Guayatayoc, Abra Pampa

Distância percorrida: 200 km em 8 horas

Incluído: Café da manhã,Almoço, Pernoite em Hotel Rincón Suizo

De Susques rumaremos para as Salinas Grandes, um imenso salar onde se lavra sal de cozinha. Além da paisagem, poderemos fotografar detalhes da superfície do salar (macro). Seguiremos para a Laguna de Guayatayoc. Apesar do nome, esta é uma enorme planície coberta em sua maior parte por pasto, o que atrai a fauna altiplânica: os camelídeos selvagens (vicunha e guanaco), raposas, bem como a fauna domesticada (lhamas, ovelhas, cabras e burros). Na parte mais baixa da Laguna há água, e neste ponto poderemos fotografar as aves altiplânicas: flamengos, gaivotas e gansos andinos, patos, entre outros (teleobjetiva). Rumaremos para o "pueblo" altiplânico de Abra Pampa, aonde pernoitaremos. Fotografaremos o pôr-do-sol e a noite (tripé) do Altiplano nos arredores de Abra Pampa.

As Salinas Grandes, província de JujuyFotografando nas Salinas Grandes, no AltiplanoVisitante nas Salinas Grandes, no Altiplano de JujuyA Laguna de Guayatayoc, no Altiplano andino, JujuyVicunhas (Lama vicugna), na Laguna de GuayatayocVicunhas, Lama vicugna, Laguna Guayatayoc, no Altiplano andinoA Laguna de Guayatayoc, flamengos, no Altiplano andino, JujuyRedemoinho de poeira, no Altiplano andino, província de JujuyEstrada no Altiplano andino, província de Jujuy, ArgentinaA cidade altiplânica de Abra Pampa, província de Jujuy

Dia 6:

Abra Pampa -> Laguna de los Pozuelos, Abra Pampa

Distância percorrida: 150 km em 3 horas

Incluído: Café da manhã,Almoço, Pernoite em Hotel Rincón Suizo

De Abra Pampa visitaremos o Parque Nacional da Laguna de los Pozuelos. Situado a 3.500 metros de altitude, nos deparamos com a imensidão do Altiplano (panorama, grande angular). A laguna é um importante centro para a fauna andina: vicunhas e lhamas (camelídeos), raposas, nhandus, flamengos, gaivotas, guayatas, patos, gallaretas, avocetas, gaviões, côndores; (teleobjetiva). Passaremos a maior parte do dia andando e dirigindo ao redor da laguna, acessando-a de vários pontos. Depois de fotografar o pôr do sol regressaremos a Abra Pampa.

O Altiplano andino, na Laguna de Pozuelos, JujuyA Laguna de Pozuelos, no Altiplano andino, província de JujuyCartaz no Parque Nacional Laguna de los Pozuelos, JujuyA Laguna de los Pozuelos, no Altiplano (Puna) de JujuyO Altiplano andino, na Laguna de Pozuelos, JujuyFotografando, Laguna de Pozuelos, JujuyPlaca na estrada, província de Jujuy, ArgentinaVicunhas (Lama vicugna), na Laguna de Pozuelos,JujuyVicunhas (Lama vicugna), na Laguna de Pozuelos, JujuyVicunhas (Lama vicugna), na Laguna de Pozuelos, JujuyFlamengos na Laguna Pozuelos, Jujuy, ArgentinaPatos, no Parque Nacional Laguna de los Pozuelos, JujuyEntardecer no Altiplano (Puna) andino, Laguna de Pozuelos

Dia 7:

Abra Pampa -> Quebrada de Humahuaca, Purmamarca

Distância percorrida: 200 km em 6 horas

Incluído: Café da manhã,Almoço, Pernoite em Hotel Marques de Tojo

Desceremos para a cidade de Humahuaca em plena Quebrada de Humahuaca, declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Cruzaremos o Trópico de Capricórnio em Uquia, visitaremos o Pucará de Tilcara. Em Purmamarca exploraremos as formações rochosas Cerro de los Siete Colores.

Rochas sedimentares, província de Jujuy, ArgentinaRochas sedimentares, "Quebrada de Humahuaca", JujuyA cidade de Humahuaca, província de Jujuy, ArgentinaAs ruinas pré-Incas de Tilcara, província de Jujuy, ArgentinaAs ruinas pré-Incas de Tilcara, província de Jujuy, ArgentinaA cidade de Maimará, na Quebrada de Humahuaca, JujuyA cidade de Purmamarca, província de Jujuy, ArgentinaPaisagem no entorno da cidade de Purmamarca, Jujuy, ArgentinaRochas nos arredores da cidade de Purmamarca, JujuyIgreja na cidade de Purmamarca, Jujuy, Argentina

Dia 8:

Purmamarca -> Cuesta de Lipán, Quebrada del Toro, Salta

Distância percorrida: 160 km em 8 horas

Incluído: Café da manhã,Almoço, Pernoite em Design Suites

De Purmamarca subiremos a Cuesta de Lipán (4.170 metros altitude), um ascenso de 2.000 metros verticais, com ótimas oportunidades para fotografar a paisagem. Procederemos para a Quebrada del Toro, um espetacular vale que nos guiará a Salta. No caminho visitaremos as ruinas pré-incas de Santa Rosa de Tastil.

A 'Cuesta de Lipan', estrada que sobe para o AltiplanoRochas sedimentares na 'Cuesta de Lipan', Jujuy, ArgentinaEstrada na província de JujuyO vale "Quebrada del Toro", província de Salta, ArgentinaAs ruinas pré-hispânicas de Santa Rosa de Tastil, SaltaGramíneas, conhecidas como 'cortaderas', SaltaFerrovia descendo o vale 'Quebrada del Toro', Salta

Dia 9:

Salta

Incluído: Café da manhã

Em horário adequado, faremos o transfer do grupo para o aeroporto e terminam nossos serviços.

Faça contato

O ITINERÁRIO ESTÁ SUJEITO A MODIFICAÇÕES DEVIDO ÀS CONDIÇÕES CLIMÁTICAS